Compartilhar

Ele já cantava: “I’m Not A Businessman, I’m A Business, Man.” Realmente, o senhor Shawn Corey Carter aka Jay-Z é de fato “o negócio”.

Aos 49 anos ele acaba de se tornar o primeiro rapper bilionário do mundo segundo a Forbes.

Rapper, compositor, produtor, homem de negócios e agora bilionário.

Dentre os diversos investimentos e participações do rapper, se destacam: posse de US $ 310 milhões do champanhe Armand de Brignac, uma participação de US $ 100 milhões no conhaque D’Ussé, seu serviço de streaming Tidal de US $ 100 milhões, US $ 50 milhões em imóveis e um investimento de US $ 70 milhões no Uber.

Lembrando que em 2007 ele vendeu a Rockwear, sua então marca de roupas, por U$ 204 milhões. Ainda, estima-se que seu catálogo de músicas valha cerca de US $ 75 milhões, graças a uma negociação cuidadosa de seus direitos de publicação.

Investimentos diversificados é um dos pontos principais do sucesso de Jay-Z.

Com uma história bem comum aos rappers, Jay-Z é de origem pobre, com infância marcada por muita privação, envolvimento com tráfico, porém seu talento para a música e negócios o levou ao patamar de hoje, mas claro, nada foi do dia para a noite e nem de graça. Amigo antigo Kasseem “Swizz Beatz” Dean diz “É o modelo para a nossa cultura. Um cara que se parece conosco, nos ama, chegou a algo que sempre sentimos que estava acima de nós ”.

Vencedor de 22 Grammy’s, a fortuna de Jay-Z deixou para trás nomes de peso como Dr. Dre e Mr. Sean John Combs aka Diddy.

Até o mega-investidor warren buffett se rendeu ao “tino” de Jay-Z para os investimentos. Disse ele sobre Jay segundo a Forbes: “Para um jovem que está começando, ele é o cara para quem olhar e de quem aprender”.

Mas será que esse é o limite de Jay-Z? Bom, a história mostra que é muito pouco provável.

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados