Compartilhar

O movimento Move to Zero foi lançado pela Nike para criar um futuro mais sustentável: com zero emissões de CO2 e zero resíduos. A coleção-cápsula, que leva o mesmo nome do movimento, representa os mais avançados esforços da Nike para incorporar sustentabilidade a seus produtos. Todas as peças do conjunto atendem 90% ou mais dos requisitos de eficiência, já que usam praticamente apenas materiais reciclados.

A coleção foi criada causando o mínimo impacto ambiental. Ela mistura poliéster reciclado, algodão sustentável e uma tecnologia inovadora de tingimento, gerando roupas superconfortáveis. Parte dos detalhes das peças é feita de Nike Grind, material criado pela Nike a partir de rejeitos. Isso ressalta o papel da coleção como o início de um futuro com zero emissões de CO2 e zero resíduos.

O novo casaco Nike Sportswear Windrunner, agora sem forro, é feito de poliéster 100% reciclado e trama única. As cordas para ajuste e o zíper também são de Nike Grind. O moletom com capuz, a camiseta, a calça e o short são peças básicas de um armário masculino. Elas foram todas redesenhadas tendo a sustentabilidade no centro do processo. Esses modelos clássicos oferecem conforto para o dia a dia e têm estilo informal. Cada um deles contém uma mistura de pelo menos 60% de tecidos orgânicos e reciclados, usando novos métodos de produção que reduzem as sobras da produção.

Já as peças femininas da coleção Move to Zero passam a sensação de conforto máximo. Elas incluem um vestido ultramacio, shorts e camisa, todos com um mínimo de 60% de tecidos orgânicos e reciclados. O algodão reciclado das roupas Move to Zero é feito com menos água e produtos químicos, melhorando as práticas de cultivo e assegurando qualidade igual ou superior à do algodão convencional. 

A coleção Move to Zero será lançada mundialmente em fevereiro e estará disponível no site da Nike e nas principais lojas do país a partir julho de 2020.

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados