Compartilhar

Chegou a vez de conhecer um cara irado. Dono de um dos trabalhos mais incríveis da história da fotografia. Conheçam um pouco do Sebastião Salgado, fotógrafo brasileiro, considerado um dos maiores talentos da fotografia mundial pelo conteúdo social de seu trabalho de características únicas. Sua história é surpreendente e dificilmente conseguiria resumi-la em apenas umas linhas.  Vá em frente e conheça um pouco dessa lenda fotográfica.

“Não trabalho com a miséria, mas com as pessoas mais pobres. Elas são muito ricas em dignidade e buscam, de forma criativa, uma vida melhor. Quero com isso provocar um debate. A nossa sociedade é muito mentirosa. Ela prega como sendo única a verdade de um pequeno grupo que detém o poder.”–  Sebastião Salgado. Êxodos. Documentário O Sal da Terra. 

Meu primeiro contato com o trabalho do Sebastião Salgado, ocorreu no início do ano de 2012, em sua exposicão ÊXODOS, no palácio das artes em belo horizonte. Me tornei um admirador nato do jeito peculiar que o Sebastião expressa a sua fotografia. 

Considero a fotografia do Sebastião muito importante em minha jornada na fotografia, pois como ele, prezo muito o relacionamento com as pessoas, e poder tirar delas, por meio das lentes, o que elas possuem de mais especial, o sentimento, a energia, a sua alma.

Portanto, mesmo na correria do dia-a-dia é importante observar, conhecer, se relacionar e refletir sobre a sensibilidade que cada um vive, de forma única, e em apenas um clique, o registro pode ser impactante. 

Dessa forma, não é possível descrever a fotografia de Sebastião Salgado, mas apenas sentir. E sentir de uma maneira diferenciada, pois assim, a sua fotografia o tornou conhecido mundialmente em tão pouco tempo.

Salgado é conhecido por trabalhar com projetos fotográficos. Selecionei alguns dos que mais me marcaram.

GENESIS
Genesis é resultado de um trabalho realizado entre 2004 e 2012 em mais de 30 países nos quais o fotógrafo esteve, incluindo lugares remotos para captar paisagens raras e povos isolados.
“Não fotografo para convencer ninguém.”

ÊXODOS
A mostra Êxodos retrata a história de fuga de pessoas que, pressionadas por circunstâncias históricas, deixaram para trás a cidade natal. Em geral, são imigrantes, refugiados ou exilados que tentam escapar da pobreza, da repressão ou da guerra. “Mais do que nunca, sinto que a raça humana é somente uma. Há diferenças de cores, línguas, culturas e oportunidades, mas os sentimentos e reações das pessoas são semelhantes”, define Salgado.

Com vasta lista de publicações, esses são alguns dos principais livros do renomado fotógrafo.

DOCUMENTÁRIO O SAL DA TERRA

Dirigido por Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, filho de Sebastião, conta cronologicamente a sua obra. Um documentário direcionado não somente para o público amante da fotografia, mas para todos que veem a arte como uma função social. Sebastião narra sua história em meio às suas fotos emblemáticas, antes de se tornar um dos mais famosos fotógrafos do mundo.

Sebastião e Wim Wenders diretor do documentário O SAL DA TERRA
Ssebastião e sua esposa Lélia Wanick Salgado
Documentário disponível no NOW (Net)

Para você que queira se aprofundar um pouco mais na história do fotógrafo Sebastião Salgado, índico assistir o documentário O SAL DA TERRA. 

Um grande abraço a todos e fiquem ligados no meu podcast @DIZAÍCAST disponível no itunes e spotfy. Por lá, um bate papo entre amigos e você é o meu convidado. E também pelo instagram @diegoruahn.

att, Diego Ruahn ! ! ! 

 

Refêrencias: Documentário O Sal da Terra. Entrevista Roda Viva TV CULTURA. 

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados