Compartilhar

Num mundo com tecnologias cada dia mais avançadas, onde o cinema é o reino do imaginário de super-heróis poderosos em batalhas épicas, será que um filme lúdico como Space Jam vai conquistar a nova geração de fãs?

Em 1996 um astro em absoluto estralato, adorado por fãs em todo o mundo, até mesmo pelo que não gostavam tanto de Basquete se juntou com uma turma que fazia ainda muito sucesso com a criançada da época e fizeram um filme muito divertido e que trazia naquele tempo algo ainda tido como novo, que era a interação de personagens reais com desenhos animados. Foi assim que com Space Jam, Pernalonga e Michael Jordan fizeram sucesso, combatendo alienígenas jogando basquete.

Ainda não sabemos se o novo Space Jam: A New Legacy vai repetir a história de 1996, sendo uma espécia de reebot para a nova geração ou se será uma continuação, o que poderia ser uma boa, pois faria com que os fãs de hoje pudessem ver o clássico primeiro filme e depois esse novo episódio.

Esse é um projeto quase pessoal de Lebron James, que substituirá o papel que foi de Jordan (para muitos tal qual no Basquete, há controvérsias) e a Warner.  Já se sabe que a pegada deverá ser a mesma, com muitos atros do Basquete representando a si próprios, como Anthony Davis, Damian Lillard e Klay Thompson. A turma do Pernalonga também está de volta, mas essa é uma das grandes questões. Será que esses personagens de quase 8o anos conseguirão cativar essa nova geração acostumada com milhares de novos desenhos e heróis que povoam as suas mentes fantasiosas? 

Se depender de carisma a resposta é sim! Tanto o astro dos Lakers quanto os Looney Tunes tem carisma de sobra para conquistar os fãs, mas será preciso um investimento de marketing e publicidade muito inteligente. 

Se der certo pode se tornar uma febre, com venda de milhares de artigos , desde uniformes ( que já estão sendo divulgados pela Nike), tênis, brinquedos, canecas, acessórios mil.

Torcemos para esse Novo Legado ser realmente um sucesso, pois hoje mais do que nunca o mundo carrega a necessidade desse direcionamento.

Que venham os Aliens!

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados