Compartilhar

Merecidamente a ADWEEK elegeu Travis Scott como – Criador visionário do ano – consagrando de vez os recentes feitos do rapper em diversas ações de sucesso e parcerias idem.

Em matéria recente a publicação diz: “Travis Scott não gosta de ‘branding’ ou ‘marketing’, mas ele é tão bom em ambos”. FATO. Apesar disso o cara tem uma conexão forte com o público e sabe como poucos: despertar desejo, contar histórias através dos produtos (vejam todos os seus sneakers – sempre tem uma história por trás) e dialogar com diversos segmentos. “Não gosto de palavras como ‘branding’ e ‘marketing. Eu simplesmente nunca gostei disso, sabe? Acho que sou um naturalista nesse sentido. ” disse na lata o rapper. Imagina se gostasse então? “Estou apenas lançando coisas muito legais que me inspiram e espero que um dia inspire outras pessoas”. Estou tentando trazer um efeito utópico … na esperança de inspirar a próxima pessoa a apenas ser criativa ou mesmo apenas viver sua vida de uma forma esteticamente agradável e vibrante.”

Nos últimos anos é fácil encontrar a cara de Travis em diversas campanhas de marcas completamente distintas, desde caixas de cereal até videogames. Suas collabs com marcas de streetwear como Been Trill, Diamond Supply, Bape, Maharishi e até mesmo suas merchs já pavimentavam o caminho. É tamanha sua onipresença que em recente matéria (LEIA AQUI) aqui do The Hype Br lhe demos o título de Mister Collaboration. 

Acho que agora ninguém mais dúvida da capacidade de Travis Scott em ser uma referência tal qual Kanye, Virgil, Jerry, Jay-Z…o cara vai longe.

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados