Compartilhar

Querido Kobe.

Me faltam palavras para dizer como me sinto. Fazem poucos dias, e o vazio que sinto é enorme. Parece que não é verdade.

Nossa relação foi intensa. Daquelas que as pessoas estão acostumadas a ver nos filmes de Hollywood, terra natal do seu amado Lakers.

Desde seus 3 anos, quando você fez sua primeira cesta, você já sabia como seria sua vida. No fundo do seu coração, você sabia que estávamos destinados a passarmos nossa vida inteira juntos.

Uma vida que passou pela Filadélfia, Pensilvânia, Charlotte (por alguns poucos momentos) e finalmente por Los Angeles. Uma vida maravilhosa comigo. Só não imaginávamos que nossa vida juntos terminaria tão cedo.

Dói. Dói bastante. Como lidar sabendo que você não vai estar mais lá, para me tratar com o carinho e empenho que você sempre mostrou? Quem vai passar os ensinamentos que tivemos juntos para a próxima geração?

Sei que você nos deixou em boas mãos. James, Kyrie, Lillard, Young. São apenas alguns dos nomes que sei que você impactou enormemente e que veremos brilhar nos próximos anos.

Eu sei que você jamais me abandonaria. Mas sei que você jamais deixaria Gigi partir sozinha. Era seu coração em quadra novamente. Eram seus ensinamentos postos em prática, mais uma vez. Tudo por mim, tudo por ela.

Seus nomes nunca serão esquecidos. Vocês nunca morrerão. Você se foi a caminho de fazer o que mais amava: estar comigo. No fundo do meu coração, sei que estamos juntos em algum lugar maravilhoso. Vibrando, felizes. Praticando a Mamba Mentality.

Obrigado! Por todas as cestas, todos os títulos, todas as festas, todo o seu coração. Suas brigas, sua dedicação, sua paixão, seu legado.

Você sabe que jamais te esquecerei.

Do seu querido, basquete.

Compartilhar

Comentários

Seu endereço de email não será publicado

Posts Relacionados